Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Universe Blast

Universe Blast

Atividades criminosas: fraquito mas engraçadito

Zach, Noah, Warren e Bryce são amigos de longa data, ou melhor conhecidos dos tempos de liceu ou da faculdade e reencontram-se no funeral de um outro amigo. Depois das conversas de circunstância, a recordar o bom amigo que tinha partido (os mortos são sempre uns santos), conversa puxa conversa e um deles revela informação privilegiada sobre uma suposta farmacêutica que vai “estourar” na bolsa. Caso invistam enquanto ela é desconhecida podem todos ficar milionários! É assim que começa o filme Atividades Criminosas que está agora nas nossas salas de cinema, com John Travolta a chamar as atenções no cartaz.

 

 

Travolta não é nenhum dos 4 amigos mas sim Eddie o agiota/mafioso a quem pedem dinheiro emprestado para o tal negócio infalível… A tal farmacêutica estoura sim, mas por causa de investigações do FBI relacionadas com corrupção e o negócio milionário cai por terra.

 

Ter negócios com a Máfia é chato... Os termos do contrato de empréstimo podem variar assim como as formas de pagamento. Visto que as hipóteses de Eddie  recuperar o dinheiro são praticamente nulas, este pede aos 4 “homens de negócios” para tratarem de um assunto pessoal: raptarem o primo de um líder de outro grupo mafioso e mantê-lo sob custódia durante 24 horas, enquanto Eddie poderá recuperar a sua sobrinha alegadamente raptada por esse grupo rival. Sem grande margem de manobra os 4 amigos, cumprem o pedido.

 

Zach é o líder do grupo, investidor na bolsa mas rufia, instável e com uma certa tendência para enfiar coca nariz acima como forma de lidar com a crise no noivado e o stress do rapto. Warren é o amigo mais próximo de Zach, alcoólico em recuperação que tenta manter-se estoicamente sóbrio durante aquelas 24 horas. Bryce (parece estar ali para cumprir a quota de afro-americanos bonzinhos no filme), é o que passa a informação sobre a farmacêutica que lhe contou o “amigo do cunhado do tio do vizinho do primo” e aparentemente o mais equilibrado do grupo. E finalmente Noah, o colega ostracizado e gozado na escola, que parece ter medo da própria sombras mas é quem arranja o investidor para lhes emprestar o dinheiro.

 

Claro que no meio também estão os polícias (muito) idiotas, alguns criminosos igualmente burros, há umas piadolas (com mais ou menos graça) e um twist q.b. interessante no final – mas que se percebe, a meio do filme, devido ao pedido de desculpas de um dos personagens pelos erros cometidos no passado.

 

Atividades Criminosas é um filme simpático para ver num fim-de-semana de chuva, e tendo em conta que o Verão não arranca parece que há muitos ainda para o ir ver.

 

Mas tenham cuidado quando puserem os olhos no Travolta! Se eu já tinha achado que o senhor estava esquisito na série American Crime Story: People Vs O.J., mas dei o desconto porque pensei que era caracterização para o personagem, neste filme não consigo encontrar explicação... Das duas uma ou ele fez este filme no intervalos da gravação da série e tirava só parte da maquilhagem, ou então andou a fazer implantes capilares e uns ajustes com demasiado botox que o deixaram com ar de boneco de cera que não conseguiu ser exposto no Madame Tussauds...

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.