Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Universe Blast

Universe Blast

Como é lindo o Natal....

Ora estamos na altura mais bela do ano... O amor, a partilha, a família, os presentes, a árvore de Natal, as luzinhas... O comer como se não houvesse amanhã, o correr de um lado para outro para visitar os membros da família (que nunca se visitam noutras alturas e provavelmente nem se sabe o dia de aniversário).

 

5787fb0bccbd0569e97255918223300d_529cdd7636342.png

 

Embora nos últimos dias tenha feito alguns posts natalícios, a verdade é que de há uns anos a esta parte cada vez tenho menos paciência para o Natal. Não é o Natal em si, mas a pressão para fazer um determinado conjunto de coisas como comprar prendas obrigatoriamente, jantares e mais jantares de família, amigos, vizinhos, colegas (sabem que no resto do ano também se pode fazer isso) e caso alguém não queira ou não possa é logo apelidado de casmurro, mau-feitio e sei lá que mais.

 

office-holiday-party-email-coworkers-christmas-sea

 

Ora uma coisa característica desta altura são as festas de empresa. Não tenho pachorra para estas fabulosas iniciativas, onde fico sentada ao lado do colega com quem me cruzei uma vez ao longo do ano no elevador, ter que fazer conversa de circunstância e parecer muito interessada em saber que ele tem alergia a marisco e um gato chamado Tareco que parece mesmo uma pessoa e percebe tudo o que ele lhe diz. Minha gente: se eu quiser conhecer e falar com os meus colegas, eu posso fazê-lo durante os restantes 364 dias do ano. Se calhar, por opção, não o faço. Conheço e falo com quem quero, pode ser?

 

Regra geral as festa de natal de empresa tem momentos únicos e preciosos onde ficamos a conhecer novas perspectivas dos colegas, directores... E que se calhar ficaríamos felizes sem conhecer.... Quem é que nunca assistiu ou teve algum amigo que contou algo assim:

 

  • O novato recém-chegado apanha uma bebedeira descomunal e vomita o carro do colega - quem sabe o supervisor - que lhe dá boleia para casa;
  • O geek caladinho e recatado a meio do jantar tira os óculos à la Clark Kent e de repente acha-se o Super-Homem engatatão do pedaço;
  • O director financeiro que consome álcool a mais e se vai trancar no WC, num misto entre carpir as mágoas e “expulsar os demónios interiores” (leia-se “vomitar”);
  • Os colegas começam uma enorme discussão à frente da empresa inteira e de repente toda a gente se apercebe que a Maria do Jurídico e Manel do Economato se andam a comer à vários meses;
  • O director que está sempre com comentários homofóbicos e vai-se a ver começa a fazer olhinhos (e alguns avanços) ao designer;
  • O colega snob, que durante o ano diz que vai a todos os concertos no S.Carlos e só ouve “música boa e qualidade”, começa a cantar todas as canções do Ricky Martin (até as do tempo dos Menudo);
  • A colega certinha que decide “caprichar no modelito” e veste-se como se fosse uma entertainer de casa nocturna para adultos;
  • O colega super tímido que decide tomar um “um copo” para relaxar e fica em coma alcoólico antes do jantar;
  • A recepcionista mãe de família que é apanhada a fumar uma ganza no WC;
  • As colegas que se odeiam e passam a vida a ter discussões, aparecem com vestido igual;
  • Ou os colegas que acham que são artistas e começam a fazer a sua interpretação de “New York, New York” num inglês macarrónico e desafinados, ou a que adora burlesco estuda a arte e faz uma performance (sóbria) qual Dita von Teese para toda a empresa;
  • .. e não nos podemos esquecer do colega que tem alergia a marisco, mas decide comer as entradas de camarão e acaba a noite no hospital...

 

Reconhecem algum momento? Mais sugestões? Ora então: Feliz Natal!

 

natal2.jpg

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.