Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Universe Blast

Universe Blast

E de repente chego a casa...

A vasculhar nos ficheiros antigos do computador, encontrei algo que escrevi há uns anos. Desabafos do passado... Sentimentos de outrora...

 

"E de repente chego a casa e dá-me uma imensa ressaca...

Sinto saudades do cheiro da tua pele quando tinha a cabeça pousada no teu peito, tenho saudades do teu beijo quando chegava a casa, sinto falta das tuas mãos  a tocarem-me no rosto, de passar a minha mão pelo teu cabelo.

Tenho saudades de ter-te deitado no meu colo, fazer-te carícias no rosto e ouvi-te dizer: “sabe tão bem, depois do dia que passei hoje”...

E de repente chego a casa... e tenho saudades... e sei que já passou... e que jamais voltará... e que tenho que te esquecer deste modo... e que devo guardar com carinho cada momento que passei contigo, mas que ainda doí quando lembro que acabou...

E de repente chego a casa e sei que ainda te amo..."

 

Quarta-feira, 10 de Outubro 2012

15fev_e de repente.jpg

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.